Piratuba hoje uma cidade hospitaleira, cheia de progresso, iniciou-se com o nome de Vila Rio do Peixe, quando da construção da Estrada de Ferro, inaugurando-se a estação no dia 28 de outubro de 1.910. Passou pela fase da extração da madeira, pela industrialização que representava o frigorífico, nos dias atuais deve seu desenvolvimento à exploração do turismo e da energia elétrica.
     O município foi criado pela Lei N° 247, de 30 de dezembro de 1948, desmembrando-se dos municípios de Concórdia e Campos Novos. Da Comissão que encaminhou o Pedido para Emancipação ao Governo do Estado, em viagem especialmente realizada para Florianópolis, fizeram parte das seguintes lideranças político/partidárias: Arnildo Otto Ko Freitag, Floriano Jacób Bender, Edmundo Luersen, Leopoldo Ko Freitag, representando a sede – Piratuba; Norberto Matte, Carlos Kappes Filho e Leopoldo Fischer, representavam o distrito de Ipira, todos ligados ao Partido Social Democrático/PSD, pois o Governador do Estado era Aderbal Ramos da Silva, pertencente ao mesmo partido. Registra-se que o motorista dos integrantes da Comissão foi Carlos Hennings, mais conhecido por Carlos Alemão. O novo município teria uma área de 490 km², uma população de 21.300 habitantes e a sede estando localizada à 393 metros acima do nível do mar.
      A instalação de Piratuba, cujo nome em Tupy Guarani quer dizer abundância de peixes aconteceu em grande festa realizada dia 18 de fevereiro de 1949.
     A primeira Câmara de Vereadores foi eleita em 1948, estando assim constituída: Alfredo Guilherme Rogge, Edgar Ko Freitag, Edmundo Fredolino Gehring, Eduardi Bento Osório, que representavam Piratuba; Emílio Kleber, representando o distrito de Uruguai; Luiz Brust e Carlos Kappes Filho, representando o distrito de Ipira.
     O Poder Legislativo, juntamente com o Poder Executivo do novo município, ficou concentrado no segundo andar do prédio da Família Bender, onde permaneceu até 1952, quando o Prefeito Frederico Poy Filho adquiriu a propriedade de Oscar Edmundo Freitag, cuja Casa Comercial se transferira para Peabirú/PR. Este prédio ficou conhecido por Prefeitura Velha, desmanchado em 2.002. A Câmara de Vereadores ocupava uma sala que servia também como Biblioteca Municipal Euclides da Cunha, lá permanecendo até 1997, quando se transferiu para um prédio de propriedade de Herculano Liberato Riffel, numa sala até então ocupada pela Agência dos Correios. Ali ficou por 9 anos.
     Da história do Município de Piratuba e consequentemente de sua Câmara de Vereadores, deve ser lembrado que a configuração do município instalado em 1949, permaneceu como originalmente até 15 de Agosto de 1964, quando se desmembraram os distritos de Ipira e Peritiba, respectivamente. Era a porção de terras que ficava na margem esquerda do Rio do Peixe.
     A partir de então, Piratuba passou a contar com 135 km² e atualmente possui aproximadamente 5.800 habitantes.
     Piratuba, ao longo de seus 57 anos de existência, teve 15 legislaturas, as quais, por força das legislações eleitorais, houve mandatos de seis, cinco, três e dois anos. A partir de 1989, o mandato é de quatro anos. As primeiras onze legislaturas foram constituídas por sete vereadores e a partir também de 1989, por nove vereadores. Neste período, foram eleitos e empossados 122 vereadores, não estando neste número incluídos os suplentes.
     Dos 122 vereadores,Celso José de Souza foi eleito em 4 legislaturas, Eduardo Bento Osório e Alcides Gomes, foram eleitos em 3 legislaturas e Otávio Matzembacher, Adolfo Heinz, Benno Fries, Wilson Caetano da Costa Ribeiro, Cláudio Victor Rogge, Círio José de Souza, Antonio Willy Backes, Darcy Nelson Hermann, Alvício Martinazzo, Otemar Lopes Rodrigues, José Justino de Andrade Primo, Lauro Meneghel, Valmor José Vettori e Ivo Port, foram eleitos em 2 legislaturas.
     Dos integrantes do Poder Legislativo, graças ao trabalho por eles desenvolvido, foram eleitos para Prefeito Municipal Adão Willibaldo Stein, Adolfo Heinz e Hugo Eltelwein. Por sua vez, Augusto Alexandre Buzelatto foi eleito para Vice-Prefeito e posteriormente para Prefeito. Registramos ainda que Nelson Minks, vereador entre 1989/92 elegeu-se Prefeito em 2000, que Ivone Schroeder Rogge, vereadora entre 1977/82 foi candidata à Prefeita em 1982 e que Lurdes Broetto Freitag, vereadora entre 1993/96 elegeu-se vice – Prefeita em 2000. Cumpre lembrar que Otavio Matzembacher e Bruno Knebel, que integraram a Câmara de Vereadores de Piratuba na 3° e 4° legislaturas representando Filadélfia e Ipira, após a emancipação de Ipira, ocorrida em 1964, foram também eleitos para Prefeito Municipal daquele município. Mario Wolfart, eleito vereador em 1969, licenciou-se em janeiro de 1970 para ocupar o cargo de Prefeito Municipal indicado pelo Governador do Estado em virtude da legislação que considerou Piratuba como Estância Hidromineral, permanecendo no cargo até 1983, quando retornaram as eleições para o Poder Executivo.
     É de fundamental importância ficar registrado nesta retrospectiva do Poder Legislativo piratubense, que o exercício da vereança até 10° legislatura era serviço prestado de forma gratuita instituindo-se como trabalho remunerado a partir de 1989.
     Ao longo dos anos 57 de existência do Município de Piratuba, a Câmara de Vereadores esteve presente em dois episódios históricos, o primeiro dos quais conduzindo em 1968 à campanha vitoriosa para que fôssemos considerados como Estância Hidro Mineral. Neste trabalho se destacou então o Presidente Claudio Victor Rogge. No segundo, coube à Câmara de Vereadores elaborar, por exigência da Constituição de 1988, a Leio Orgânica do Município, aprovada em 05 de abril de 1990 após intensos debates e reuniões com a comunidade piratubense. Era Presidente da Câmara o Vereador Sérgio Surdi, tendo como Presidente da Comissão de Sistematização Nelson Minks e José Justino de Andrade Primo como relator geral. Esta Lei Orgânica sofreu alterações aprovadas em 04 de junho de 1999.
     Neste período, foram concedidos pelo Poder Legislativo o título de Cidadão Piratubense às seguintes personalidades: Governador Antonio Carlos Konder Reis, Governador Jorge Konder Bornhausen, Governador Colombo Machado Salles e Deputado Estadual Nelson Pedrini e Dr. Alexandre Dittrich Buhr.
     Hoje, estamos na 16° Legislatura que é composta pelos seguintes vereadores: Acir Antonio Benjamini, Alcides Gomes, Celso José de Souza, Evando Antonio de Azeredo, Giovani Gelson Meneghel, Ivanete Medianeira Potrich, Mareci Stempcosqui, Sady Pereira da Costa e Vianei Fritsch.


Av. Dezoito de Fevereiro, nº 20
Fone: 49 3553.0231 - 3553.1236
Cep 89667-000 - Centro - Piratuba - SC